FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

TEMPERATURA CHEGOU AOS 39 GRAUS ONTEM EM JANAÚBA, ONDE O DIA MAIS QUENTE DO ANO FOI EM 22 DE SETEMBRO COM 40,8 GRAUS

  • BARRAGEM DO BICO DA PEDRA PERDE UM METRO E MEIO DE ÁGUA EM TRÊS MESES, MAS HOJE TEM 3,2 METROS DE ÁGUA A MAIS DO QUE UM ANO ATRÁS 

Foto Oliveira Júnior

Lago da barragem do Bico da Pedra, em Janaúba, no dia 12 de setembro de 2021.

 

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Temperatura alta e dia seco. Essa é a convivência dos moradores das cidades de Janaúba e de Nova Porteirinha nos últimos dias. Ar condicionado, ventilador e vasilha com água pelo quarto tem sido as artimanhas da população para driblar o calor. E isso não foi diferente na madrugada de hoje, quarta-feira, dia 6 de outubro, assim como ontem.

Afinal, nessa terça-feira, dia 5, a temperatura máxima atingiu os 39º centígrados nestas duas cidades situadas na região da Serra Geral, no Norte de Minas. Conforme levantamento feito pelo site do jornalista Oliveira Júnior, a temperatura alta foi por volta das 15h de ontem, ocasião em que a umidade relativa do ar estava em 17% dando a sensação de tempo seco. Duas horas antes, a umidade relativa do ar era de 21% e a temperatura alcançou os 38 graus e meio. No dia anterior, ou seja, na segunda-feira, a máxima foi de 39,1 graus com umidade relativa do ar caindo para 18%.

Entretanto, o dia mais quente do ano em Janaúba e em Nova Porteirinha ocorreu duas semanas atrás, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia. Foi no dia 22 de setembro quando os moradores enfrentaram uma tarde com 40,8 graus centígrados – quase 41 graus – e com a umidade relativa do ar em 18%. Essa é a temperatura máxima registrada em 2021 nas duas cidades separadas pelo rio Gorutuba.

BARRAGEM

Menos dois centímetros. Essa é a redução do volume de água na barragem do Bico da Pedra nesta quarta-feira, dia 6 de outubro, em relação ao dia anterior. Nesses seis primeiros dias de outubro o nível de água na represa diminuiu em oito centímetros – no mesmo período do ano passado a perda de água teria sido de nove centímetros.

Entre 1º de julho e esta quarta-feira a barragem gorutubana apresenta redução de 1,50 metro (um metro e meio) em seu armazenamento, isso implica em dizer que, em média, a diminuição é de quase meio metro a cada 30 dias. Mesmo assim, hoje há mais água do que um ano atrás. Com base em relatório do Distrito de Irrigação do Gorutuba (DIG), o site do jornalista Oliveira Júnior constatou que nesta quarta-feira, 6 de outubro de 2021, tem 3,2 metros de água a mais em comparação ao dia 6 de outubro de 2020.

A barragem do Bico da Pedra, formada no rio Gorutuba, possui hoje menos de 15% da sua capacidade de armazenamento de água. São 13,96 metros (quase 14 metros) abaixo do nível de transbordamento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

COLISÃO ENTRE ÔNIBUS E CARRO NA BR-122; HÁ ÓBITOS E VÍTIMAS FERIDAS: ENTRE CAPITÃO ENÉAS E A BR-251

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID