FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

DIOCESE DE JANAÚBA ORIENTA OS FIÉIS A NÃO REZAR O PAI NOSSO DE MÃOS DADAS E NEM EFETUAR O ABRAÇO DE PAZ

  • Medida é devido à confirmação de caso do novo coronavírus em São Paulo e de um caso suspeito do coronavírus em Montes Claros 
  • Bispo orienta aos padres e colaboradores e dar a comunhão apenas nas mãos dos fiéis e não diretamente na boca 
  • Recomenda ainda o uso de álcool gel nas sacristias e nas secretarias das paróquias


JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A partir de agora os católicos poderão rezar o Pai Nosso sem a necessidade de dar as mãos e nem efetuar o abraço de Paz durante a missa. Essas são algumas recomendações da Diocese de Janaúba ao clero e a comunidade católica. Em nota pública, o Bispo Diocesano Dom Roberto José da Silva ressalta que essa medida é por causa da confirmação de caso do novo coronavírus, em São Paulo, e de um caso suspeito dessa doença em Montes Claros.
Dom Roberto informa que a atitude é em defesa da vida e diante disso recomenda que todas as paróquias da Diocese de Janaúba adotem essas medidas de precaução durante as missas e celebrações. O bispo explica que esses simples cuidados são muito importantes para combater a proliferação do coronavírus. "Defender a vida é um gesto evangélico", justificou.
Na nota, o líder religioso orienta aos padres e colaboradores e dar a comunhão apenas nas mãos dos fiéis e não diretamente na boca.
É sugerido ainda o uso de álcool gel nas sacristias e nas secretarias das paróquias e retirar os recipientes com água benta para a persignação, que é o ato do gesto do sinal da cruz. As orientações estarão em vigência até que não se determine o contrário, ou seja, quando não houver risco no país da proliferação desse vírus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

COLISÃO ENTRE ÔNIBUS E CARRO NA BR-122; HÁ ÓBITOS E VÍTIMAS FERIDAS: ENTRE CAPITÃO ENÉAS E A BR-251

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID