FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

GREVE DOS SERVIDORES DA PREFEITURA DE JANAÚBA CONTINUA E PODERÁ TER A ADESÃO DOS PROFESSORES

  • UM DOS MOTIVOS DA PARALISAÇÃO É A DECISÃO DA SECRETARIA DE OBRAS EM MUDAR A JORNADA DE TRABALHO DO PESSOAL DA LIMPEZA 
  • GARIS, AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS, MOTORISTA E MONITOR DE ÔNIBUS, ENTRE OUTROS SERVIDORES, REIVINDICAM A REVISÃO NO PLANO DE CARGO E SALÁRIO 
  • SINDICATO CONSEGUE CONVENCER O PREFEITO A HOMOLOGAR O CONCURSO PÚBLICO, CUJO RESULTADO FOI DIVULGADO HÁ DOIS ANOS E MEIO 
  • PESSOAL DA LIMPEZA E OUTROS SERVIDORES AGUARDAM HÁ MAIS DE DOIS ANOS PARA TOMAREM POSSE NAS VAGAS CONQUISTADOS NO CONCURSO REALIZADO EM 2016 
  • AMANHÃ, QUINTA-FEIRA, DIA 11, ÀS 15H, TERÁ PROTESTO EM FRENTE À PREFEITURA DE JANAÚBA 
  • FUNCIONÁRIOS REIVINDICAM REAJUSTE SALARIAL DE 5% QUE ERA PREVISTO PARA NOVEMBRO DE 2018, CONFORME ACORDO ASSEGURADO PELA PREFEITURA EM JULHO DO ANO PASSADO 
Foto rede social
Servidores manifestam em frente à Prefeitura de Janaúba por melhores salários e condições de trabalho; eles limpam vias públicas na área central da cidade e depois depositam os sacos com lixo na entrada da sede administrativa da prefeitura.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Os servidores públicos municipais pretendem realizar um protesto amanhã, quinta-feira, dia 11 de junho, a partir de 15h, em frente à Prefeitura de Janaúba com a finalidade em sensibilizar a atual administração a dialogar com a categoria e também atender a demanda do funcionalismo. A greve atinge o setor de limpeza de vias públicas, de escolas e outros órgãos públicos, assim como o transporte. O movimento poderá ganhar o reforço dos professores nas próximas horas.
De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba (Sindijana), o apoio do pessoal da Educação é previsto para a próxima segunda-feira, dia 15. Mas, a adesão dos professores pode ser antecipada. Informação do Sindijana é de que até o início da tarde desta quarta-feira, 10, os professores não haviam recebidos a outra parcela do salário referente a junho. Os educadores também reivindicam por outros benefícios.
REAJUSTE SALARIAL ACORDADO E NÃO CUMPRIDO
Entre as reivindicações dos servidores da prefeitura se encontra o aumento de 5% que deveria ter sido concedido em novembro de 2018. Esse percentual corresponde a primeira de três parcelas iguais de reajuste conforme foi assegurado em acordo entre o funcionalismo e a atual administração para encerrar a greve, em julho do ano passado.
Os servidores queriam o aumento de 5% em julho de 2018, 2019 e 2020. Na contraproposta da prefeitura – e o que foi acordado – a concessão desse aumento ficou para novembro de 2018 (não cumprido, segundo o Sindijana), novembro de 2019 e novembro de 2020.
Os funcionários também pedem que a administração regularize o pagamento salarial da categoria e efetuando-o até o 5º dia útil do mês subsequente ao que foi prestado o serviço. Neste mês, a administração pagou o salário de junho no dia 5 de julho, quinto dia útil. Contudo, não há garantia de que esse procedimento será permanente.
IMPASSE NA JORNADA DE TRABALHO DOS GARIS
Na pauta de reivindicações consta que a administração busque viabilizar a repassar equipamentos de proteção individual (EPIs) ao pessoal da limpeza. Os garis demonstram insatisfação diante da decisão da Secretaria de Obras da prefeitura em propor a mudança na jornada de trabalho do pessoal que varre as ruas.
O executivo quer que esses funcionários trabalhem 8 horas por dia cumprindo a jornada de 40 horas semanais, ou seja, de segunda-feira a sexta-feira. Os garis lutam para que a jornada de 36 horas semanais permaneça, através da qual eles prestam o serviço em 6 horas contínuas diariamente, mas de segunda-feira a sábado.
VITÓRIA DO SINDICATO: GARIS CONCURSADOS TOMARÃO POSSE
Apesar de que as reivindicações ainda não tenham sido atendidas, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Janaúba comemora uma importante conquista obtida para o funcionalismo diante da constante atuação da entidade classista.
A greve que se encontra em andamento já surtiu efeito. Publicado nesta semana o decreto do prefeito que homologa o concurso público realizado em 2016 para vagas em 13 funções, dentre elas para gari.
O resultado definitivo desse concurso foi divulgado entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017. Isso implica em dizer que os aprovados estavam há dois anos e meio aguardando pela homologação e, sendo assim, estarem aptos a tomarem posse. A validade de dois anos desse concurso, podendo ser prorrogada por uma vez em igual período, começa a contar a partir desta semana.
QUEM ESTÁ EM GREVE E O QUE ELES QUEREM
De maneira pacífica e com ações estrategicamente elaboradas, os servidores da Prefeitura de Janaúba darão sequência amanhã, quinta-feira, dia 11, às 15h, ao movimento por melhores condições de trabalho. Levantamento do Sindijana aponta que a paralisação atinge parte considerável do funcionalismo público.
Além dos garis e outros profissionais da limpeza pública, estão em greve os auxiliares de serviços gerais – isso implica em dizer que em algumas escolas a limpeza tem sido afetada e a mesma é realizada pelos diretores. Também aderiram à paralisação os funcionários que atuam como motorista, monitor de ônibus, engenheiro, dentre outros. A qualquer momento os professores poderão paralisar as atividades.
Mesmo com algumas conquistas já obtidas durante a greve, tais como a homologação do concurso público de 2016 e alteração no procedimento para a concessão de licença de saúde, o movimento de paralisação continua. Isso porque os servidores querem a solução quanto à carga horária de trabalho, fornecimento de EPIs, plano de cargos e salários, insalubridade, junta médica no mesmo local e o imediato aumento salarial de 5% que deveriam ter sido aplicados em novembro de 2018.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

COLISÃO ENTRE ÔNIBUS E CARRO NA BR-122; HÁ ÓBITOS E VÍTIMAS FERIDAS: ENTRE CAPITÃO ENÉAS E A BR-251

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID