FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

PRESIDENTE DO CONSELHO CURADOR DISSE QUE O MP PEDIU INTERVENÇÃO NA FUNDAJAN E POR ISSO NOMEOU DOIS DIRETORES PARA APURAR IRREGULARIDADES NO HOSPITAL

JANAÚBA (por Christine Antonini) – Os cinco membros da diretoria da Fundação de Assistência Social de Janaúba (Fundajan) renunciaram (nessa semana) aos cargos. O então presidente da Fundajan, João Teago, não entrou em detalhes sobre o porquê do afastamento, mas divulgou nas redes sociais que um dos motivos teria sido as críticas do Conselho Curador da entidade às ações realizadas pelo grupo. A decisão ocorre após a nomeação de diretores interinos por orientação do Ministério Público, que estaria investigando denúncias de irregularidades na gestão.
A Fundajan administra o principal hospital e a maternidade de Janaúba, sendo uma entidade filantrópica, em que a diretoria sempre foi composta por representantes de segmentos sociais, como Maçonaria, Rotary, Lions, igrejas, comércio e prefeitura. Nomeada em março, a diretoria assumiu a fundação com débitos que chegavam a R$ 2 milhões, o que acarretou em atrasos em salários e no décimo terceiro.
João Teago não quis se pronunciar sobre a renúncia, apenas disse que a antiga diretoria não tem intenção de prejudicar ninguém. “Não somos políticos, então deixemos política para os políticos”, resumiu o ex-presidente.
ENTENDA
O comunicado sobre a renúncia foi entregue ao presidente do Conselho Curador da Fundajan, Clésius Geraldo Freitas Menezes. O grupo é composto por 21 pessoas de 14 entidades que trabalham voluntariamente pela Fundajan. É de responsabilidade do conselho nomear os cinco representantes para compor a diretoria do hospital.
“O que aconteceu foi que recebi uma determinação do Ministério Público solicitando a intervenção do Conselho Curador na diretoria da Fundajan. De acordo com o MP, existiriam algumas irregularidades que ainda estão sob investigação. Acatando a decisão, nomeei dois diretores interinos. O fato não agradou à diretoria e eles renunciaram”, explica Clésius.
Nos próximos 30 dias, haverá assembleia para nomear os novos representantes da diretoria da Fundajan que ficarão no cargo por três anos.
“A renúncia é algo natural, não afeta a unidade hospitalar. Temos que parabenizar a equipe que está saindo, pois eles pegaram a Fundajan em um estado crítico e em pouco tempo fizeram um excelente trabalho”, ressalta o prefeito de Janaúba, Carlos Isaildon Mendes. (Fonte: jornal O Norte no link http://onorte.net/pol%C3%ADtica/diretoria-da-fundajan-renuncia-1.585314 )

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

COLISÃO ENTRE ÔNIBUS E CARRO NA BR-122; HÁ ÓBITOS E VÍTIMAS FERIDAS: ENTRE CAPITÃO ENÉAS E A BR-251

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID