FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

Imagem
FUNORTE JANAÚBA... Somos referência... FUNORTE JANAÚBA (38)38213427 (38) 998776968 Endereço: rua Rodolfo Soares de Oliveira, 234, Vila São Vicente, Janaúba/MG.

APOIO AO PRODUTOR EM RISCO DIANTE DA DECISÃO DO GOVERNO ESTADUAL EXTINGUIR A RURALMINAS

Foto Paulo & Galego
José Aparecido Mendes e Ricardo Quadros: diretor licenciado e o vice-presidente da Faemg, respectivamente.
MONTES CLAROS (Por Nairlan Clayton Barbosa) – O governo estadual enviou à Assembleia Legislativa de Minas Gerais projeto de reforma administrativa que pretende economizar R$ 1 bilhão ao ano. Entre as propostas está a extinção da secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede) e outras seis unidades da administração estadual. No campo das fundações, serão extintas a Ruralminas e a Hidroex.
A proposta prevista no Projeto de Lei 3.510/16, do governador, será tema da audiência pública conjunta das Comissões de Agropecuária e Agroindústria e de Assuntos Municipais e Regionalização nesta quarta-feira, dia 22 de junho, às 14 horas, no Auditório da ALMG.
Vinculada à secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), a Ruralminas é responsável por planejar e executar projetos de logística de infraestrutura e de engenharia para o desenvolvimento social e econômico do meio rural. O projeto estabelece que a Seapa e Seda   passarão a exercer as finalidades da Fundação Rural Mineira.
Conforme o texto, os direitos dos servidores efetivos integrantes da atual estrutura serão preservados, sendo que os cargos das carreiras de analista de desenvolvimento rural, técnico de desenvolvimento rural e auxiliar de desenvolvimento rural serão lotados na Sede. A proposição tramita em regime de urgência.
No Norte de Minas, entidades de classe se manifestaram sobre a possibilidade de extinção da Ruralminas. Para Ricardo Laughton Quadros, presidente do Sindicato Rural de Montes Claros e vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas gerais (Faemg), por exemplo, o governo estadual está indo na contramão dos produtores, especialmente os norte-mineiros. José Aparecido Mendes, diretor licenciado da Faemg e presidente licenciado da Associação dos Sindicatos dos Produtores Rurais do Norte de Minas e do Vale do Jequitinhonha (Aspronorte), reforça a colocação de Ricardo.
“É frustrante para o produtor saber que um dos órgãos que o ampara esteja em processo de extinção. Acaba uma Fundação quando na verdade o Estado deveria estar fortalecendo, além da própria Ruralminas, outras instituições que servem ao produtor, como a Epamig, Emater e IMA”, afirma Ricardo Quadros.
Ele também diz que quem mais perde são os produtores do Norte do estado, em função do semiárido ser uma região que por si só traz dificuldades e necessita regularmente da assistência dos órgãos estaduais.
“O produtor norte-mineiro enfrenta, por décadas, problemas que vão desde o plantio até a pecuária, tem sofrido prejuízos em decorrência do fator climático. A Fundação Rural Mineira promove o desenvolvimento regional sustentável com dignidade para os produtores, especialmente os menores. Acabar com isso é retirar mais uma ferramenta importante de sustentação das mãos do produtor norte-mineiro, região desprezada culturalmente”, concluio dirigente da Faemg.
BENEFÍCIOS
Os setores do governo estadual, no entanto, veem como benéfica a chamada reforma administrativa. O presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Marco Antônio Castello Branco, em entrevista, assegurou que ela será benéfica ao crescimento da economia mineira.
Sobre a extinção da Sede, ele informou que Comitês estarão assumindo a criação dos projetos que beneficiem ao agricultor, restando a empresas como a Codemig, a qual dirige atualmente, a execução desses projetos junto as Associações e os produtores do Estado.
“Existe aí um equívoco grande. A Sede, por exemplo, está sendo extinta. As políticas públicas a cargo da secretaria de Desenvolvimento Econômico serão absorvidas na formulação e coordenação pelos Comitês Temáticos. Os Comitês Temáticos, como o de desenvolvimento econômico e desenvolvimento sustentável, segurança pública, por exemplo, respondem diretamente ao gabinete do governador’, esclarece Marco Antônio.
De acordo com o executivo, do Comitê Temático de Desenvolvimento Econômico e Sustentável fazem parte o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), que propõe crédito, a Codemig, que ajuda na instalação, a secretaria de Fazenda, que cuida da gestão tributária, a de Meio Ambiente, que vai ajudar na questão do licenciamento, a secretaria de Turismo, a de Ciência e Tecnologia. (Fonte: O Norte, 22/06/2016)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE FATAL NA BR-251 ENTRE CARRETA E VAN QUE TRANSPORTAVA PACIENTES DE JANAÚBA; SAMU E BOMBEIROS INFORMAM QUE 3 PESSOAS MORRERAM

AVIÃO CAI NO SUL DE MINAS E DEIXA 7 MORTOS, ENTRE ELES O EMPRESÁRIO JANAUBENSE MARCÍLIO SILVEIRA, FILHO DO JANAUBENSE TONY EQUIPAMENTOS

CORPO DA SERVIDORA CARMEN MADALENA, DA CODEVASF, É SEPULTADO EM JANAÚBA EM CLIMA DE COMOÇÃO; SERVIDORA ELIANE MONÇÃO, VÍTIMA DESSE ACIDENTE, RECEBE ALTA E DEVE CHEGAR À JANAÚBA NESTA SEXTA-FEIRA

RIO GORUTUBA NA COMUNIDADE DE CATUNI, EM FRANCISCO SÁ-MG, NESTE SÁBADO, DIA 02 DE MARÇO DE 2024

ACIDENTE FATAL NA MG-401 EM JANAÚBA: TRÊS PESSOAS MORRERAM E UMA FICOU FERIDA EM COLISÃO QUE ENVOLVEU TRÊS CAMINHÕES

WAGUIM DA GÁS NORTE PARTIU ETERNAMENTE QUANDO PRATICAVA O QUE GOSTAVA DE FAZER: APROVEITAR A VIDA, VIAJAR PELO BRASIL E PILOTAR MOTOCICLETA

HOMICÍDIO NESTE SÁBADO NA CIDADE DE JANAÚBA E TENTATIVA DE ASSASSINATO EM PORTEIRINHA

ACIDENTE NA BR-122: UMA MULHER MORREU E 3 PESSOAS FICARAM FERIDAS EM BATIDA DE CARRO COM CAMINHÃO

ACIDENTE FATAL EM JANAÚBA ENVOLVENDO VÍTIMA QUE ESTAVA NUMA BICICLETA E UM ÔNIBUS

FUNCIONÁRIA DO HOSPITAL REGIONAL DE JANAÚBA E DO SAMU MORRE EM ACIDENTE NA MG-401: CARMINDA ALVES ERA TÉCNICO DE ENFERMAGEM NO REGIONAL E ATUOU NA ÁREA DE SAÚDE DA PREFEIITURA DE JANAÚBA