FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

OITO PESSOAS SÃO DETIDAS POR FRAUDE EM PROCESSO DE HABILITAÇÃO EM JAÍBA

Segundo a PC, candidatos estavam matriculados em uma autoescola na Bahia, mas as digitais para aulas eram colhidas em uma casa, no Projeto Jaíba

JAÍBA (por Marina Pereira) – Oito pessoas foram detidas por fraude em processo de habilitação durante uma operação da Polícia Civil em Jaíba, no Norte de Minas, nessa quinta-feira, 1º de fevereiro.  Entre os conduzidos está um vereador da cidade, de 56 anos. A Polícia Civil descobriu que os candidatos estavam matriculados em uma autoescola na Bahia, mas as digitais para aulas práticas e de legislação eram colhidas em uma casa, no Projeto Jaíba. Foram conduzidos sete candidatos, entre eles o parlamentar, e o dono do imóvel.
“Na casa nós apreendemos um computador e um aparelho biométrico. As pessoas não frequentavam as aulas e acreditamos que essa autoescola da Bahia oferecia alguma facilitação para a aprovação dos candidatos, já que cobrava um preço bem acima do mercado e eles ainda tinham que arcar com o custo da viagem”, explica o delegado responsável pelo caso, Ricardo Oliveira. Os candidatos relataram que o pacote cobrado pelo estabelecimento girava em torno de R$ 3 mil a R$ 5 mil.
A Polícia Civil recebeu denúncias anônimas e realizou a operação após monitorar o imóvel, que fica na comunidade NH2. Segundo as investigações, o proprietário da residência, de 36 anos, apenas cedia o local para a coleta das digitais e o líder da quadrilha é da Bahia.
“Ele disse que emprestou a casa para essa pessoa há 20 dias e era ela que administrava a coleta da digital. Ainda não identificamos quem seria o chefe desse esquema e será feita uma perícia no computador apreendido”, afirma o delegado.
De acordo com a polícia, a maioria dos candidatos confessou que a aprovação seria facilitada na Bahia e disse que estava com dificuldade para tirar a CNH em Minas. “O vereador disse que tinha conhecimento de que teria que ir no estado da Bahia algumas vezes, mas afirmou não saber que o processo era ilegal”.
Os candidatos foram ouvidos e liberados porque segundo a PC, não foram presos em flagrante. O dono da casa foi autuado por fraude em certame de interesse público, mas pagou fiança de R$ 1.500 e foi liberado. Todos os envolvidos serão indiciados pelo mesmo crime, que estabelece pena de 1 a 4 anos.

As investigações da Polícia Civil continuam e o inquérito deve ser concluído em 10 dias. As informações serão encaminhadas à polícia da Bahia para apuração da fraude. (Fonte: G1 Grande Minas)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLISÃO FATAL ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO NA BR-122, EM JANAÚBA: UMA PESSOA MORRE POR TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO

COLISÃO ENTRE ÔNIBUS E CARRO NA BR-122; HÁ ÓBITOS E VÍTIMAS FERIDAS: ENTRE CAPITÃO ENÉAS E A BR-251

GOVERNADOR ANUNCIOU NESTE SÁBADO A INCLUSÃO DO NORTE DE MINAS NA “ONDA ROXA”: AÇÃO CONTRA A COVID