FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

Imagem
FUNORTE JANAÚBA... Somos referência... FUNORTE JANAÚBA (38)38213427 (38) 998776968 Endereço: rua Rodolfo Soares de Oliveira, 234, Vila São Vicente, Janaúba/MG.

PREFEITOS E VICES EM MINAS ROMPEM PARCERIA NO MEIO DO MANDATO


Reportagen de
Luiz Ribeiro
Alice Maciel

Publicação: 23/01/2012 06:43 Atualização: 23/01/2012 07:59 (no jornal Estado de Minas e no site www.uai.com.br)


Na campanha que os elegeu, caminharam lado a lado, sorridentes, sintonizados, até demais, com troca de elogios. Mas, no exercício do poder, se desentenderam e deverão atuar em campos opostos na eleição de 2012. Esse é o roteiro das desavenças entre o prefeito e o vice-prefeito eleitos em 2008 e que hoje, ao fim de três anos de mandato, estão rompidos. A situação de Belo Horizonte, envolvendo o titular Marcio Lacerda (PSB) e o seu vice, Roberto Carvalho (PT), se repete em outras cidades mineiras.

Foto Oliveira Júnior/dezembro de 2008

Vice-prefeito Valério Dias e prefeito José Benedito: rompimento em Janaúba no terceiro mês de mandato.

Em Montes Claros, o prefeito Luiz Tadeu Leite (PMDB) foi eleito ao lado da companheira de chapa, a dentista Cristina Pereira (PP), mulher do antigo adversário, o deputado estadual Gil Pereira. Mas a união durou somente até as eleições de 2010. Cristina Pereira alega que rompeu com o chefe do Executivo porque foi “obrigada” a isso. “Não fui eu que me afastei da prefeitura, mas o prefeito que me afastou”, afirmou. A vice-prefeita disse que, mesmo tendo direito aos subsídios, não recebe salário da prefeitura desde setembro de 2010. Por sua vez, Tadeu Leite alega que a vice, “por livre e espontânea vontade, parou de ir à prefeitura”. Ele afirmou que está disposto a liberar os pagamentos dos salários atrasados da vice.
Em Buritizeiro, a vice-prefeita Edna Salgado (PCdoB) se distanciou do prefeito Salvador Raimundo Fernandes (PT) ainda no primeiro ano de mandato. “O prefeito me acusou de ter participado de uma negociação para receber propina, coisa que nunca fiz. Ele chegou a declarar que ia me esperar no gabinete com uma chibata. Não dava para continuar com uma pessoa dessas”, relata Edna. Durante cinco meses (de setembro de 2010 a fevereiro de 2011), ela esteve no comando da prefeitura, por causa do afastamento do prefeito, motivado por denúncia de irregularidade em licitações. O titular retornou ao cargo graças a uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).
“Sou proibida de entrar na prefeitura”, disse a vice. A reportagem, por várias vezes, tentou contato com o prefeito de Buritizeiro para ouvir sua versão, mas não conseguiu localizá-lo.
Foto Paulo & Galego/26/06/2009

Beatriz Fagundes, prefeita de Mato Verde.


Janaúba é outro município onde prefeito e vice não sentam à mesma mesa desde o primeiro ano de mandato. “Fiquei somente dois meses e 20 dias na prefeitura. Vi que o plano de governo era uma coisa e, na prática, tinha outro rumo”, conta o vice-prefeito Valério Dias (PPS), que chegou a exercer o cargo de secretário municipal de Obras no curto período. O vice afirma que se distanciou do prefeito José Benedito Nunes (PT) “por ele não cumprir os compromissos firmados com a população durante a campanha”. Dias reclama que não tem acesso a informações da administração e entrou com uma ação na Justiça para conseguir dados de licitações realizadas nos últimos dois anos. O prefeito não foi localizado pela reportagem.

FotoValdomiro Brito/junho de 2011

Antonio Pinheiro Teixeira, vice-prefeito de Mato Verde.



Titular e vice andam às turras em Mato Verde. O vice-prefeito Antonio Pinheiro Teixeira (PP), o “Tone de Leobino”, se distanciou da prefeita Beatriz Fagundes Alves (PT) oito meses depois da posse. “Rompi por discordar da maneira com que ela vinha conduzindo a administração e, principalmente, por causa das denúncias de corrupção”, sustenta Teixeira. Ele ficou à frente da prefeitura entre o fim de junho e o fim de outubro de 2011 enquanto a titular esteve afastada por causa de denúncia de desvio de verbas por intermédio de empresa fantasma, apresentada pelo Ministério Público estadual. Beatriz Fagundes, que retornou ao cargo por força de liminar concedida pelo TJMG, não foi localizada pela reportagem. Conferida a reportagem completa no site do jornal Estado de Minas e site Uai através do link http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2012/01/23/interna_politica,273744/prefeitos-e-vices-em-minas-rompem-parceria-no-meio-do-mandato.shtml

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE FATAL NA BR-251 ENTRE CARRETA E VAN QUE TRANSPORTAVA PACIENTES DE JANAÚBA; SAMU E BOMBEIROS INFORMAM QUE 3 PESSOAS MORRERAM

AVIÃO CAI NO SUL DE MINAS E DEIXA 7 MORTOS, ENTRE ELES O EMPRESÁRIO JANAUBENSE MARCÍLIO SILVEIRA, FILHO DO JANAUBENSE TONY EQUIPAMENTOS

CORPO DA SERVIDORA CARMEN MADALENA, DA CODEVASF, É SEPULTADO EM JANAÚBA EM CLIMA DE COMOÇÃO; SERVIDORA ELIANE MONÇÃO, VÍTIMA DESSE ACIDENTE, RECEBE ALTA E DEVE CHEGAR À JANAÚBA NESTA SEXTA-FEIRA

RIO GORUTUBA NA COMUNIDADE DE CATUNI, EM FRANCISCO SÁ-MG, NESTE SÁBADO, DIA 02 DE MARÇO DE 2024

ACIDENTE FATAL NA MG-401 EM JANAÚBA: TRÊS PESSOAS MORRERAM E UMA FICOU FERIDA EM COLISÃO QUE ENVOLVEU TRÊS CAMINHÕES

WAGUIM DA GÁS NORTE PARTIU ETERNAMENTE QUANDO PRATICAVA O QUE GOSTAVA DE FAZER: APROVEITAR A VIDA, VIAJAR PELO BRASIL E PILOTAR MOTOCICLETA

HOMICÍDIO NESTE SÁBADO NA CIDADE DE JANAÚBA E TENTATIVA DE ASSASSINATO EM PORTEIRINHA

ACIDENTE NA BR-122: UMA MULHER MORREU E 3 PESSOAS FICARAM FERIDAS EM BATIDA DE CARRO COM CAMINHÃO

ACIDENTE FATAL EM JANAÚBA ENVOLVENDO VÍTIMA QUE ESTAVA NUMA BICICLETA E UM ÔNIBUS

FUNCIONÁRIA DO HOSPITAL REGIONAL DE JANAÚBA E DO SAMU MORRE EM ACIDENTE NA MG-401: CARMINDA ALVES ERA TÉCNICO DE ENFERMAGEM NO REGIONAL E ATUOU NA ÁREA DE SAÚDE DA PREFEIITURA DE JANAÚBA