FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

FUNORTE FACULDADES DE JANAÚBA

Imagem
FUNORTE JANAÚBA... Somos referência... FUNORTE JANAÚBA (38)38213427 (38) 998776968 Endereço: rua Rodolfo Soares de Oliveira, 234, Vila São Vicente, Janaúba/MG.

JANAÚBA PERDE A REFERÊNCIA DE MELHOR CARNAVAL DO INTERIOR

Foto Paulo & Galego


Foliões vão atrás do trio elétrico durante o Já-na-Folia, carnaval de Janaúba realizado de 2001 a 2008.


JANAÚBA (por Oliveira Júnior*) – Das tradicionais marchinhas ao estruturado axé music misturado com funk e sertanejo, o carnaval em Janaúba passa por transformações nos últimos 25 anos. A cidade teve momento áureo dos festejos carnavalescos do Norte de Minas no princípio dos anos 90 e no período de 2001 a 2008. O Automóvel Clube foi referência com os bailes carnavalescos, incluindo as matinês, nos anos 70, 80 e 90. A cidade de Janaúba se deu ao luxo de realizar desfiles de escolas de samba. Pelo centro da cidade os foliões gorutubanos e janaubenses participaram e prestigiaram as escolas Unidos do Gameleira e o Tamboril mostrarem firmeza com as criativas e luxuosas fantasias e, é claro, o samba no pé. Ao comemorar a vitórias nas urnas, em 1982, o prefeito eleito Joaquim Maurício de Azevedo Bahia trouxe a Janaúba uma ala da tradicional Escola de Samba Estação Primeira da Mangueira, do Rio de Janeiro. As passistas, em traje de biquíni, sambaram o suficiente a levar o público ao delírio.
Naquela época, o carnaval em Janaúba se restringia aos bailes no clube e agitações na “savassi gorutubana”, confluência das ruas Francisco Sá e Inhumas, com alternados som mecânico na praça da Matriz.

Foto Paulo & Galego

Bloco infantil no Já-na-Folia: desfile ecológico. Os foliões usam chapéus feitos com embalagens de leite.

A cidade de Janaúba sempre teve como tradição um dos melhores carnavais do Norte de Minas. A popularização da folia janaubense começou em 1989, na gestão do prefeito Dimas Rodrigues, com o carnaval 40 Graus em que foi explorado o potencial das praias do rio Gorutuba, principalmente a não tão menos famosa praia Copo Sujo. Isso se estendeu por quatro anos. Ocorreram torneios de vôlei, peteca e futebol na areia e ainda a eleição da Garota Verão e da escolha da “Piranha do Copo Sujo”, concurso esse destinado a homens em trajes femininos. O domínio do carnaval 40 Graus foi sob a batuta do comunicador Luis Carlos Novaes, o Peré, e do professor Luiz Carlos de Oliveira, o Luizão.
Em 93, no primeiro ano da administração do prefeito Edílson Brandão, houve o carnaval Em Cima da Hora e posteriormente o carnaval 25 Horas, aproveitando a estrutura praiana, incluindo a mais recente praia Ilha de Caiçara. Houve ainda a introdução de shows na avenida Manoel Atayde, no centro. O estilo foi acompanhado nas gestões dos prefeitos Pedro Roberto de Menezes Neto e Wildemar Maximino da Cruz.

Foto Paulo & Galego

Bloco Beija-Beija no Já-na-Folia realizado na avenida Beira-Rio.


Em 2001, o prefeito Ivonei Abade Brito, com espírito empreendedor, tomou posse e logo no primeiro mandato, procurou observar os carnavais dos grandes centros como Salvador e resolveu aplicar a idéia na cidade de Janaúba. O resultado foi positivo e consagrou o carnaval de Janaúba. Surgiu então o Já-na-Folia.
Paralelamente às promoções da prefeitura, o carnaval em Janaúba tinha o diferencial através dos blocos, caso do AAAJ (Associação dos Alunos Aplicados de Janaúba), Maracangalha, Vira-Virou, Loló-Tá-São, entre outros, que disputavam títulos no Automóvel Clube e alegravam o público pelas ruas da cidade. Depois houve a introdução dos QGs (Quartéis Generais) e do Carnavip, idealizado pelo articulista Wallison Freitas, onde grupos de foliões se reuniam durante o dia no período da folia.
Para desenvolver e tornar o carnaval de Janaúba amplo e com aspecto dos grandes centros da folia do Brasil, o prefeito Ivonei, no primeiro ano do primeiro mandato (2001), aliou-se a Gêmeos Produções, empresa privada com experiência no setor de eventos, da cidade de Montes Claros. Iniciou-se o Já-na-Folia, o melhor carnaval do interior de Minas Gerais.
Aproveitou-se o estilo dos outros carnavais da cidade, caso do aspecto praiano e da avenida – mudou-se para a avenida Prefeito Edilson Brandão Guimarães (Beira-Rio) – com a introdução de camarotes, arquibancadas e trio elétrico.
“Sempre acreditei no potencial econômico de Janaúba e na alegria do povo daqui, principalmente no carisma e o jeito acolhedor dos janaubenses e gorutubanos”, declarou Rogério Atayde que organizou o Já-na-Folia durante oito anos. “O que me agradou em realizar o carnaval de Janaúba foi olhar na cara de cada folião e ver a satisfação transmitida por ele”, ressalta Rogério que virou uma referência carnavalesca na cidade, apesar de ter se afastado da organização da folia local nos últimos três anos.

Foto Paulo & Galego


Irreverência é um dos pontos fortes do carnaval em Janaúba.


Além dos shows musicais em palco e trio elétrico, o Já-na-Folia também promoveu desfiles e iniciou com dois pontos fortes de Janaúba: a economia através da fruticultura e a cultura por intermédio de contos e causos. Em 2001 houve a “disputa” entre os blocos “Bananaê”, alusão à fruta que é produzida em larga escala no município, e “Bixo da Barrage”, referência à lenda do bicho da barragem Bico da Pedra (causo sugerido pelo falecido Luiz Correia, o Luiz do Posto, e adaptado pelos jornalistas Oliveira Júnior e Luís Carlos Novaes). Posteriormente, os blocos “Loló-Tá-São”, “Vira-Virou”, “Beija-Beija” mostraram alegoria e adereço na pista do “Já-na-Folia” que, em 2006, abordou no desfile a questão ambiental em que as fantasias foram confeccionadas de materiais recicláveis.
O desafio da organização do carnaval nesta cidade, principalmente o Já-na-Folia, era superar o alto custo das despesas e a dificuldades em conseguir bandas e trio elétricos. “Mas, com o apoio dos patrocinadores e da prefeitura conseguíamos viabilizar com grande esforço a realização desse evento que proporcionava lazer, interação e oportunidade de renda para a população”, cita Rogério Atayde que se diz disposto a retomar o sucesso do carnaval de Janaúba. De 2009 para cá, o nome do carnaval de Janaúba foi mudado três vezes e acabou com os blocos com abadas e outros atrativos. (*Reportagem publicada na revista MAIS (de Janaúba), edição de novembro/2011)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE FATAL NA BR-251 ENTRE CARRETA E VAN QUE TRANSPORTAVA PACIENTES DE JANAÚBA; SAMU E BOMBEIROS INFORMAM QUE 3 PESSOAS MORRERAM

AVIÃO CAI NO SUL DE MINAS E DEIXA 7 MORTOS, ENTRE ELES O EMPRESÁRIO JANAUBENSE MARCÍLIO SILVEIRA, FILHO DO JANAUBENSE TONY EQUIPAMENTOS

CORPO DA SERVIDORA CARMEN MADALENA, DA CODEVASF, É SEPULTADO EM JANAÚBA EM CLIMA DE COMOÇÃO; SERVIDORA ELIANE MONÇÃO, VÍTIMA DESSE ACIDENTE, RECEBE ALTA E DEVE CHEGAR À JANAÚBA NESTA SEXTA-FEIRA

GRAVE ACIDENTE NA BR-122, EM JANAÚBA, NESTA SEXTA-FEIRA, CAUSA A MORTE DO EMPRESÁRIO JANAUBENSE FRED, DO CAFÉ JANAÚBA: BATIDA ENTRE ÔNIBUS E CAMIONETE

RIO GORUTUBA NA COMUNIDADE DE CATUNI, EM FRANCISCO SÁ-MG, NESTE SÁBADO, DIA 02 DE MARÇO DE 2024

ACIDENTE FATAL NA MG-401 EM JANAÚBA: TRÊS PESSOAS MORRERAM E UMA FICOU FERIDA EM COLISÃO QUE ENVOLVEU TRÊS CAMINHÕES

WAGUIM DA GÁS NORTE PARTIU ETERNAMENTE QUANDO PRATICAVA O QUE GOSTAVA DE FAZER: APROVEITAR A VIDA, VIAJAR PELO BRASIL E PILOTAR MOTOCICLETA

HOMICÍDIO NESTE SÁBADO NA CIDADE DE JANAÚBA E TENTATIVA DE ASSASSINATO EM PORTEIRINHA

ACIDENTE FATAL NA BR-122 COM 2 MORTES E UMA VÍTIMA GRAVEMENTE FERIDA: BATIDA ENTRE CARRO E MOTO NO TRECHO PORTEIRINHA PARA JANAÚBA

ACIDENTE NA BR-122: UMA MULHER MORREU E 3 PESSOAS FICARAM FERIDAS EM BATIDA DE CARRO COM CAMINHÃO